logo paraiba total
logo paraiba total
Foto: Secom PB

Quintais produtivos garantem alimentos e renda para mais de 20 mil famílias agricultoras na PB

Programas e ações são voltdas à segurança alimentar e autonomia econômica na agricultura familiar

9 de julho de 2024

Governo da Paraíba vem desenvolvendo uma série de programas e ações voltadas à segurança alimentar e a autonomia econômica na agricultura familiar, principalmente para as mulheres rurais, em todo o Estado. Uma destas ações que vem se destacando é o incentivo na implantação de quintais produtivos, que tem beneficiado mais de 20 mil famílias agricultoras.

De acordo com o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), Jefferson Morais, a Empaer tem desempenhado papel importante na implementação desses quintais produtivos, oferecendo suporte aos agricultores com orientações sobre práticas agroecológicas, manejo sustentável do solo, irrigação eficiente e diversificação de culturas. “Os quintais produtivos têm se mostrado uma solução eficaz e sustentável para as famílias agricultoras. Esses espaços são utilizados para o cultivo de hortaliças, fruteiras, ervas medicinais e criação de pequenos animais, proporcionando alimentos frescos e de qualidade para consumo próprio e, em alguns casos, para comercialização local e programa institucionais”, explicou.

O diretor avalia que a assistência técnica continuada às famílias beneficiárias tem resultado em uma melhoria significativa na segurança alimentar, redução de custos com a compra de alimentos e um aumento na geração de renda. Além disso, “os quintais produtivos contribuem para preservação ambiental, promovendo a biodiversidade e a utilização dos recursos naturais”, ressaltou.

Segundo a extensionista social da Empaer Roméria Pereira da Silva, a implantação de quintais produtivos se une a uma série de iniciativas de valorização das mulheres rurais desenvolvidas pelo governo estadual. Ela citou como exemplo o Incluir Paraíba – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, cujo público alvo é predominantemente feminino, ou seja, de um total de 1.040 beneficiários, 830 famílias são compostas por mulheres.

São José de Caiana

A agricultora Maria Lima, do município de São José de Caiana, região sertaneja do Vale do Piancó, é um caso de sucesso com seu quintal produtivo. Em uma área de apenas dois hectares, além das culturas de subsistência como feijão, milho e arroz, ela cultiva hortifrutigranjeiros em quantidade suficiente para o sustento da família e para o fortalecimento ao Programa de Alimentação Escola em São José de Caiana e Serra Grande.

Entre os produtos cultivados estão arroz, feijão, fava, milho, alface, coentro, couve, chuchu, cenoura, abóbora, pimenta, pimentão, berinjela, quiabo, açaí, amora, coco, abacate, abacaxi, melancia, goiaba, limão, manga, mamão, laranja, romã, caju e pitaya.

Com orientações dos extensionistas Valdevino Pereira e Roméria Pereira da Silva, a agricultora já adquiriu um veículo para comercializar seus produtos também no município de Itaporanga.

Quintal produtivo

Os quintais produtivos ou caseiros são sistemas que integram vários sistemas como jardim, hortas, fruteiras, plantas medicinais e a criação de pequenos animais complementares com a compostagem e a adequação orgânica.

O resultado de um quintal diversificado é o aumento da produção de oxigênio, da absorção de carbono também a conservação e perpetuação das plantas nativas. No seu conjunto, as plantas filtram a produção, absorvem os ruídos, diminuem a intensidade dos ventos, alimentam e abrigam os animais e regularizam a temperatura e a umidade.

 

Fonte: Secom PB