logo paraiba total
logo paraiba total
Foto: Divulgação

Chegada do inverno: varejo de moda que espera aumento de 10% nas vendas esse ano

Com a chegada de frentes frias anunciando queda nas temperaturas, expositores da Feira da Moda Inverno (FEIMI) visam aumento nas vendas e esperam receber cerca de 150 mil visitantes no evento. Setor estima que 41% das vendas anuais sejam nesta época

26 de junho de 2024

A chegada das frentes frias que antecedem o Inverno no Brasil trazem consigo o aquecimento das vendas no setor do varejo de moda que espera um aumento exponencial na demanda dos clientes. A Feira de Moda Inverno (FEIMI) que acontece em três ocasiões em 2024 é uma das maiores propulsoras deste mercado que, segundo pesquisa do IEMI (Inteligência de Mercado), o período da coleção Outono/Inverno responde por cerca de 41% das vendas do varejo nacional.

 

A tradicional Feira da Moda Inverno (FEIMI), com quase 25 anos de história, reunirá, durante suas três edições de 2024, cerca de 100 expositores de diversas regiões do Brasil, principalmente das cidades produtoras, como Monte Sião, Jacutinga, Águas de Lindóia, Serra Negra, Ouro Fino e Campos do Jordão e cidades do Sul do Brasil e tem a expectativa de receber 150 mil visitantes.

 

O evento é referência no setor de moda outono/inverno e traz peças exclusivas de tricô, malha, couro e malharia retilínea diretamente dos fabricantes. Isso significa que a feira reúne o melhor da produção nacional, com itens de alta qualidade a preço de fábrica, custando a partir de R$ 25.

 

Além disso, de acordo com dados da FCDL-RS (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul), espera-se um crescimento médio de 10% durante o período de inverno, em comparação com outras estações do ano.

 

“Observamos nos últimos anos, inclusive dentro da tendência de compras na FEIMI, um aumento expressivo e progressivo ano a ano nas vendas. São números que demonstram a resiliência e a demanda contínua por produtos de moda durante a temporada de inverno”, comenta Sonia Sodré, Diretora Geral da FEIMI.

 

De acordo com a executiva, o aumento no número de visitantes ano a ano reflete essa tendência. Além de buscar se vestir melhor, e pagando menos, os clientes estão mais propensos a acompanhar tendências mais sazonais.

“Na FEIMI, estamos atentos a essas tendências e trabalhamos para oferecer uma plataforma onde fabricantes e consumidores possam se conectar, impulsionando ainda mais o crescimento das vendas e promovendo a valorização do trabalho artesanal. Estamos comprometidos em continuar impulsionando o mercado de moda durante o inverno no Brasil, proporcionando uma experiência única e enriquecedora para todos os envolvidos”, destaca a executiva.

 

A FEIMI acontece todos os anos em São Paulo e a próxima edição especial de Alto Inverno acontece na capital paulista de 05 a 14 de julho.

Fonte: Assessoria