logo paraiba total
logo paraiba total
Foto: Freepik

Cresce 39% a demanda por profissionais de IA, aponta consultoria de recrutamento

Salários partem de R$ 15 mil e podem chegar até a R$ 32 mil 

25 de junho de 2024

O aumento da utilização da inteligência artificial tem provocado as empresas a buscarem cada vez mais profissionais especializados nesse tipo de tecnologia. A alta demanda por especialistas em inteligência artificial também pode ser explicada pelos salários atrativos, que podem variar de R$ 15 mil a R$ 32 mil. Segundo a Michael Page, uma das maiores consultorias especializadas em recrutamento de média e alta gerência, as contratações de profissionais qualificados em IA cresceram 39% no primeiro quadrimestre deste ano em comparação com mesmo período do ano anterior.
Posições técnicas e de gestão, como engenheiro de prompt, cientista de dados, especialista em cibersegurança de IA, engenheiro de automação inteligente, head de transformação digital e engenheiro de machine learning foram as posições que mais se destacaram e ajudaram a impulsionar o aumento no período.
“O uso acelerado de inteligência artificial no ambiente corporativo tem feito com que as empresas busquem cada vez mais profissionais especializados e com domínio dessa tecnologia para que elas se tornem mais competitivas e consigam um diferencial no mercado. Também estão de olho em como a IA pode tornar seus processos mais ágeis como também implementar novas tecnologias em suas operações”, afirma Mario Maffei, gerente executivo da Michael Page.
O especialista conta que, em função da alta demanda pela tecnologia, as empresas estão buscando profissionais que possam gerar inovação, novos negócios ou melhorar a relação com clientes. “As companhias perceberam rapidamente que a utilização da inteligência artificial não é um modismo. Ela veio para ficar e deve trazer muito mais novidades do que se imaginava. Ainda é uma tecnologia relativamente nova e que necessita de muita pesquisa e desenvolvimento para ampliar seu alcance e utilização”, conta.

Confira a relação dos cargos em alta em IA:

 

Cargo: Head de Transformação Digital

 

O que faz: responsável por liderar e coordenar os esforços de uma empresa na adoção e implementação de tecnologias digitais em seus processos, produtos e serviços. Esse profissional desempenha um papel fundamental na modernização e na busca por eficiência operacional por meio da tecnologia. Essa função requer uma combinação de habilidades técnicas, estratégicas e interpessoais para garantir o sucesso na jornada de transformação digital da organização.

Perfil da vaga: capacidade de identificar oportunidades de aplicação de tecnologia para melhorar processos e criar valor. Compreensão sólida de tecnologias digitais como IA, análise de dados e IoT. Experiência em liderar projetos complexos de transformação digital. Mentalidade aberta à inovação e capaz de se adaptar a mudanças

 

Salário: R$ 27 mil a R$ 32 mil

 

 

Motivo para alta em 2024: constante busca por digitalização de praticamente todos os setores, modernizando processos, gerando eficiência operacional e assertividade do negócio.

 

 

Cargo: Engenheiro de Prompt

 

O que faz: responsável por desenvolver e aprimorar sistemas de conversação baseados em inteligência artificial (IA), como chatbots, assistentes virtuais e sistemas de diálogo. Esses sistemas usam prompts (instruções ou estímulos) para interagir com os usuários e gerar respostas adequadas. É responsável pelo desenvolvimento de modelos de linguagem, design de interações, testes e otimização, além de integração de sistemas.

 

Perfil da vaga: familiaridade com frameworks de IA ou sistemas específicos de diálogo, compreensão de processamento de linguagem natural (NLP) e técnicas de modelagem de linguagem. Capacidade de projetar fluxos de conversação intuitivos e eficazes para diferentes cenários de uso, além da capacidade de extrair insights para melhorias contínuas.

 

Salário: R$ 16 mil a R$ 21 mil

 

Motivo para alta em 2024: maior demanda por assistentes virtuais e chatbots para melhorar a experiência do cliente, relacionado a várias tendências e necessidades no campo da inteligência artificial e da interação humano-computador.

 

Cargo: Especialista em Cibersegurança de IA

 

O que faz: profissional que se concentra na proteção de sistemas de inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina (ML) contra ameaças cibernéticas. Responsável por garantir que os sistemas de IA sejam seguros, confiáveis e resistentes a ataques maliciosos, além de garantir a integridade, a privacidade e a ética no uso de dados.

 

Perfil da vaga: monitorar continuamente os sistemas de IA em busca de atividades suspeitas, anomalias ou tentativas de violação de segurança, e tomar medidas corretivas quando necessário. Experiência prévia em funções de segurança cibernética, preferencialmente com foco em proteção de sistemas de IA/ML, detecção de ameaças e resposta a incidentes.

 

Salário: R$ 18 mil a R$ 24 mil

 

Motivo para alta em 2024: o avanço da IA e ML em diferentes setores, como saúde, finanças, manufatura e tecnologia, há uma maior necessidade de garantir a segurança desses sistemas, que lidam com dados sensíveis e tomam decisões críticas.

 

Cargo: Engenheiro de Automação Inteligente

 

O que faz: profissional responsável por projetar, implementar e otimizar sistemas de automação na indústria utilizando tecnologias inteligentes, como Internet das Coisas (IoT), análise de dados, inteligência artificial (IA) e robótica.

Desempenha papel fundamental na modernização e melhoria dos processos de fabricação, buscando aumentar a eficiência, reduzir custos e melhorar a qualidade dos produtos. Integrar tecnologias de automação inteligente, como IA, aprendizado de máquina e análise de dados, para melhorar a tomada de decisões, prever falhas, otimizar processos e reduzir o tempo de inatividade.

 

Perfil da vaga: experiência e conhecimento sólido em sistemas de automação industrial, redes industriais e sistemas. Familiaridade com tecnologias de automação inteligente, como IoT, IA, aprendizado de máquina, análise de dados e sistemas de visão computacional.

 

Salário: R$ 17 mil a R$ 24 mil

 

Motivo para alta em 2024: buscas constantes de maneiras de otimizar processos de fabricação para reduzir custos, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade dos produtos. A automação inteligente permite alcançar esses objetivos ao eliminar tarefas repetitivas e propensas a erros, permitindo às empresas produzir de forma mais ágil, flexível e personalizada, atendendo melhor às demandas do mercado.

 

Cargo: Engenheiro de Machine Learning

 

O que faz: profissional especializado em projetar, desenvolver e implementar sistemas de aprendizado de máquina (ML) em uma variedade de aplicações. Responsável por criar e treinar modelos de aprendizado de máquina usando algoritmos e técnicas adequadas para resolver problemas específicos, como classificação, regressão, clustering, processamento de linguagem natural (NLP) ou visão computacional.

 

Perfil da vaga: experiência sólida em algoritmos de machine learning, como regressão linear, árvores de decisão e redes neurais. Familiaridade com frameworks e bibliotecas de ML. Conhecimento em desenvolvimento de software, arquitetura de sistemas, boas práticas de programação.

 

Salário: R$ 19 mil a R$ 23 mil

 

Motivo para alta em 2024: empresas de diversos setores estão buscando automatizar tarefas repetitivas e complexas por meio de sistemas de ML para aumentar a eficiência operacional e reduzir custos, incluindo desde processos de análise de dados até automação de processos industriais.

 

Cargo: Cientista de Dados

 

O que faz: desempenham um papel crucial na interpretação de dados complexos e na criação de sistemas inteligentes que automatizam processos, fazem previsões precisas e contribuem para a tomada de decisões estratégicas. Profissional especializado em realizar análise de dados para extrair insights, desenvolver modelos preditivos e criar soluções inteligentes que agreguem valor às organizações.

 

Perfil da vaga: experiência sólida em linguagens programação diversas, manipulação de dados, ferramentas de visualização de dados e conhecimento em ferramentas de Big Data. Capacidade de analisar dados de forma crítica, identificar padrões relevantes, fazer inferências precisas e gerar insights acionáveis para apoiar a tomada de decisões estratégicas.

 

Salário: R$ 15 mil a R$ 21 mil

 

Motivo para alta em 2024: as empresas buscam oferecer experiências personalizadas e sob medida para seus clientes, orientados a dados.

 

75% dos profissionais brasileiros acreditam que a inteligência artificial substituirá seus empregos, revela pesquisa da Page Interim

 

Três em cada quatro profissionais brasileiros acreditam que a inteligência artificial substituirá seus empregos. É o que aponta levantamento da Page Interim, unidade de negócio do PageGroup especializada em recrutamento, seleção e administração de profissionais terceirizados e temporários. De acordo com a pesquisa, 76,6% dos brasileiros respondentes creem que a IA afetará parcialmente os postos de trabalho na área em que atuam. Também acreditam nessa possibilidade os respondentes do Panamá (69%), México (68%), Peru (66%), Colômbia (65%), Chile e Argentina (63%, cada).

 

A pesquisa também procurou saber desta amostra de profissionais latinos se há alguma preocupação em relação à implementação da inteligência artificial no trabalho. Desemprego, privacidade e segurança de dados estão entre as maiores preocupações dos respondentes, como também com a falta de julgamento humano e intuição. Esses três itens foram os que mais se destacaram em quase todos os países, exceto na Argentina, onde há maior preocupação no uso da IA com implicações éticas do que com o desemprego.

 

Quando questionados sobre o uso da inteligência artificial dentro de sua área de atuação, os profissionais de todos os países destacaram que a tecnologia tem potencial para ser benéfica, mas apresenta riscos significativos (61,5%). Também afirmaram que é um divisor de águas e que vai revolucionar a indústria (32,1%). Aqueles que acham que é exagerado e não terá um impacto significativo somaram 3% e os que ainda não sabem, 3,4%.

 

“O uso da inteligência artificial não está revolucionando apenas a forma como as pessoas lidam com a tecnologia, mas também abrindo novas oportunidades no mercado de trabalho. Novas posições devem surgir e outras já estão sentindo os reais impactos que a IA traz logo de cara. Especialistas em cibersegurança, por exemplo, poderão ser mais demandados com a evolução e implementação da IA em diferentes frentes. Os profissionais já perceberam que a IA pode e vai trazer muitos benefícios não só na produtividade e de novas oportunidades no mercado, mas também já enxergam os eventuais riscos que ela pode causar, inclusive atingindo diretamente postos de trabalho”, afirma Victoria Quintella, diretora da Page Interim.

 

Os dados fazem parte de um levantamento realizado de novembro a dezembro de 2023, contando com a participação de 5.354 profissionais da América Latina (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Panamá). A pesquisa procurou entender como a inteligência artificial tem impactado na vida, no trabalho e busca por emprego de profissionais da região.

 

Maioria dos cargos do setor de TI apresentaram aumento salarial acima da inflação, aponta pesquisa

 

O Estudo de Remuneração revela ganho real salarial em 76% dos cargos avaliados nesse setor, enquanto 16% dos cargos avaliados não apresentaram mudança de um ano para o outro. Aqueles que registraram queda somaram 8% das posições. Dos 62 cargos analisados, os que se destacaram com os maiores aumentos foram os cargos de gerente de infraestrutura (+59%) e gerente de consultoria SAP (56%). Em contrapartida, a posição que obteve maior perda na remuneração foi a de gerente de suporte: -21%.

 

“O setor de tecnologia segue com olhar em transformação digital e inovação. Com a redução de desenvolvedores, principalmente os mais juniores, as empresas começaram a abrir espaços para posições como devsecops, que integram segurança e desenvolvimento da operação olhando para a cadeira como um todo, como especialistas de cloud, RPA e SAP”, explica Luana Castro, gerente executiva da Michael Page.

 

Para elaborar o estudo, a Michael Page consultou no ano passado 10 mil profissionais e empresas de todo o Brasil para entender quais são suas reais impressões sobre o mercado atual. Os executivos consultados ocupam cargos que vão desde posições de suporte à gestão até diretoria. A empresa procurou entender como os profissionais enxergam sua carreira, a posição do empregador no seu desenvolvimento profissional e outros fatores que completam a remuneração.

 

Fonte: Assessoria