logo paraiba total
logo paraiba total
Foto: Agência Brasil

Construção e serviços: pequenos negócios já geraram mais de 7 mil empregos na Paraíba

Comércio, indústria e transformação e serviços industriais de utilidade pública vem em seguida.

18 de junho de 2024

Os pequenos negócios da Paraíba fecharam o período do quadrimestre de 2024 com o saldo de 7.325 novos postos de trabalho no mercado. O indicador positivo, segundo dados do Sebrae, tem como base o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Neste mesmo período, que considera os meses de janeiro a abril, apenas a administração pública também registrou saldo líquido de 20 oportunidades, enquanto as Médias e Grandes Empresas (MGE) apresentaram desempenho negativo de 4.829 vagas.

Conforme os dados, o desempenho protagonizado pelos pequenos negócios durante o quadrimestre foi impulsionado, principalmente, pelos setores da construção (3.137) e de serviços (2.992). Em seguida, aparecem: comércio (808), indústria e transformação (574) e os serviços industriais de utilidade pública (SIUP), com 37 oportunidades.

De acordo com a gerente da Unidade de Gestão Estratégica e Monitoramento do Sebrae/PB, Ivani Costa, os pequenos negócios têm um papel crucial na economia da Paraíba. “Como evidenciado pelo saldo positivo de 7.325 novos postos de trabalho no primeiro quadrimestre de 2024. Esse desempenho demonstra que os pequenos negócios são um motor importante para a geração de empregos e para a dinamização econômica no estado”, enfatizou.

Ivani Costa lembra ainda que o resultado evidenciado em alguns setores da economia reflete a necessidade de demanda do próprio mercado. “A criação de empregos em setores diversos, como construção e serviços, mostra a capacidade dos pequenos negócios de absorver mão de obra e de atender a demandas variadas da população”, enfatizou.

Mês de abril

Considerando o recorte dos números apenas no mês de abril, os pequenos negócios foram responsáveis pela criação de 1.861 oportunidades no território paraibano, seguido das instituições sem fins lucrativos (13) e administração pública (5). Já as contratações por CPF tiveram saldo negativo de 266 e as Médias e Grandes Empresas (MGE) fecharam o período contabilizando menos 874 postos.

Assim como foi observado ao longo dos primeiros quatro meses deste ano, os setores da construção e de serviços lideraram a criação de novas vagas no mercado formal no cenário dos pequenos negócios da Paraíba. Em comparação ao mês de abril de 2023, quando os pequenos negócios foram responsáveis pela criação de 919 oportunidades, o resultado atual representa o crescimento mais que o dobro na geração de novas vagas no ambiente de negócios.

Fonte: SEBRAE