logo paraiba total
logo paraiba total
Foto: Expedição - Jornalistas na Estrada

Expedição: Jornalistas na Estrada – história, cultura e preservação do meio ambiente são marcas de Araruna

Correspondente do Paraíba Total, Ruth Avelino destaca Araruna como um destino ideal para ecoturismo e turismo de aventura e enfatiza sua rica herança cultural e iniciativas de preservação ambiental como o Projeto MUDA.

18 de junho de 2024

Que Araruna é a Capital da Aventura da Paraíba, muita gente já sabe. Suas potencialidades para quem gosta de Ecoturismo e Turismo de Aventura são imensas, com formações rochosas únicas, cachoeiras, rampas para voo livre, vias de escalada e trilhas de pequeno, médio e longo percursos. Agora, se o turista quer paz, tranquilidade e curtir história e cultura, numa cidade limpa, organizada e segura, Araruna também é o lugar certo.

Distante cerca de 160 quilômetros da capital do estado, João Pessoa, Araruna está encravada na região do Curimataú da Paraíba, tem clima semiárido e a caatinga é o bioma que prevalece por lá. Sua população é de pouco mais de 20 mil habitantes e o turismo hoje, é uma das principais atividades econômicas do município.

 

Expedição – jornalistas na estrada

Fundada em 1876, Araruna tem um Centro Histórico pequeno, porém muito rico e cheio de atrativos. Seu casario colorido e conservado, é imponente e abriga muitos bares, restaurantes e bistrôs. A administração municipal fez uma reestruturação urbana e o calçadão tornou o lugar mais agradável e seguro. A Praça João Pessoa, principal da cidade, é uma graça e super bem cuidada, um ponto obrigatório de visitação e de convivência para os moradores do lugar.

Bem na frente da praça está a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, a segunda maior da Paraíba, perdendo em tamanho apenas para a Catedral de Nossa Senhora das Neves em João Pessoa. A construção da igreja iniciou exatamente no ano da fundação da cidade, em 1876, mas a conclusão ocorreu apenas em 1907. Em estilo neoclássico e eclético, a igreja já passou por várias restaurações e agora tem de volta seu altar mor, cuja principal peculiaridade é a imagem Senhor Morto.

Também na praça está o Mercado Cultural, construído em 1909, e responsável pelo desenvolvimento econômico da cidade na época. Desde 2013 o lugar passou a abrigar atividades culturais e até o museu José Amâncio Ramalho, que tem acervo de fotos, equipamentos e peças que remetem a classe política e a população de Araruna nos últimos 148 anos.

Expedição – jornalistas na estrada

Na rua paralela à Praça João Pessoa está a Capela de Santo Antônio, que foi construída antes da fundação da cidade, entre 1830 e 1845, no estilo barroco rural e que possui ainda muitos elementos originais como o altar todo em madeira, retábulos, oratório e santos antigos, inclusive o Santo Antônio.

Ação Social e Preservação da Natureza

Há cerca de 18 anos foi criada em Araruna a Associação de Formação e Incentivo para o Nordeste Karente (com K mesmo) – AFINK , mantida com verba oriunda de empresários e de pessoas físicas da Alemanha. A ONG tem vários projetos sociais em Araruna, que buscam a melhoria de vida das pessoas da cidade e da região.

Uma dessas ações e o Projeto MUDA de Vida, Plante uma Árvore, que funciona na fazenda Gustavo Gusto, localizada bem próximo ao centro de Araruna e que ocupa uma área de 10 hectares. No ano passado foram produzidas cerca de 300 mil mudas de árvores frutíferas, sombreiros e forrageiras.

Expedição – jornalistas na estrada

Agora em 2024 os responsáveis pelo Projeto MUDA querem chegar a 500 mil mudas. Elas são compradas por governos estaduais e municipais, universidades, entidades e empresários. A AFINK mantem parcerias com cerca de 160 cidades da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Só para a Universidade Federal do Rio Grande do Norte serão destinadas 25 mil mudas que vão auxiliar na revitalização do Rio Potengi, um dos principais do estado vizinho.

Além da venda, a ONG AFINK doa mudas para pequenos produtores rurais, assentamentos e população carente. Essas árvores que são doadas são monitoradas pelo Projeto que quer ter a certeza de que elas foram plantadas corretamente, estão vingando e assim cumprindo seu papel de ajudar no reflorestamento e de cuidar do planeta.

 

Sobre o projeto

As jornalistas especializadas em Turismo Alessandra Lontra, Ana Célia Macêdo, Rosa Aguiar, Ruth Avelino e Teresa Duarte se uniram e criaram o projeto “Expedição: Jornalistas na Estrada”. O principal objetivo é a produção de conteúdo destacando e promovendo o turismo, divulgando lugares, equipamentos e a cultura em todas as regiões da Paraíba e captando os aspectos mais genuínos do Estado.

ruthSobre Ruth Avelino

Ruth Avelino é a correspondente do Paraíba Total na Expedição. Ela é jornalista com vasta experiência. Fez parte do primeiro time de repórteres da TV Cabo Branco, criou a Central de Radiojornalismo do Sistema Correio de Comunicação e foi editora geral da TV Correio. Foi assessora de imprensa da PBTUR e também presidiu por 12 anos a estatal, que promove o Destino Paraíba. A frente a PBTUR, Ruth Avelino imprimiu um novo modelo gestão, reconhecido em todo Brasil.

Fonte: Ruth Avelino